Marcha Contra a Corrupção e a Impunidade, Pelo Fim do Voto Secreto Contou Com OAB, ABI, CNBB e Movimento Brasil Contra a Corrupção

14/10/2011 por Roberto Infanti Deixe um comentário »

OPHIR: INTEGRANTES DA MARCHA VÃO SE REUNIR COM MARCO MAIA PELO FIM DO VOTO SECRETO

“Vamos solicitar a ele que paute o fim do voto secreto; pois não se justifica mais nos dias de hoje a existência dessa situação no Legislativo”

Brasília, 13/10/2011 – O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil, Ophir Cavalcante, informou hoje que uma audiência com o presidente da Câmara, deputado Marco Maia (PT-RS), foi solicitada para a próxima semana, a fim de se discutir com ele a deliberação da Marcha contra a corrupção e a impunidade, realizada nesta quarta-feira (12), pelo fim do voto secreto no Congresso Nacional. “Vamos solicitar a ele que paute o fim do voto secreto; pois não se justifica mais nos dias de hoje a existência dessa situação no Legislativo”, disse Ophir, acrescentando que a OAB estará acompanhada na audiência pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Associação Brasileira de Imprensa (ABI) e representantes do Movimento Brasil contra a Corrupção.

Segundo Ophir, a existência do voto secreto nas deliberações da Câmara e Senado se justificou no passado para proteger parlamentares contra a força do Executivo. “Entretanto, agora não se tem mais essa ameaça uma vez que vivemos numa democracia; ademais, entendemos que os parlamentes têm que ter coragem de assumir posicionamentos desagradando A ou B, mas, sobretudo, não fazendo o jogo corporativista em relação à manutenção, por exemplo, de parlamentares que não honram seus mandatos”, sustentou o presidente nacional da OAB.

Nas marchas realizadas nesta quarta-feira e em 7 de setembro último na Esplanada dos Ministérios – ambas contando com a participação do presidente nacional da OAB e vários outros dirigentes da entidade -, uma das principais bandeiras dos manifestantes foi o fim do voto secreto no Congresso. O principal alvo dos manifestantes, nas duas ocasiões, foi a deputada Jaqueline Roriz (PMN-DF), flagrada, em vídeo, recebendo dinheiro de suposta propina. Levada a julgamento após indicação do Conselho de Ética na Câmara, ela foi absolvida pelo voto secreto da maioria de seus pares.

Senadora destaca luta de Ophir para manter poder pu…

Saul Quadros na Marcha contra a Corrupção, em Bras…

» ver todas 9 relacionadas

Extraído de: OAB  – 22 horas atrás

Os comentários estão fechados.